13/08/2012

Resenha: Danilo Contra o Senhor das Moscas

Livro de E. C. Rezende


Skoob | Blog | Site
Danilo é um jovem comum e cheio de problemas. Clara, a menina pela qual ele é apaixonado, não retribui seu amor. Ana, sua mãe, é uma mulher que perdeu a fé após a morte prematura do marido. Em meio a tudo isso, apenas alguém pode ser culpado: Deus. E depois que Danilo é expulso injustamente da faculdade, chega a hora de julgá-Lo. Porém, ao chegar na igreja para um último papo com o "irresponsável", uma surpresa acontece: um anjo surge e lhe dá a missão de salvar Clara de um destino terrível e desconhecido. Ele aceita, mas não sabe que, para isso, precisará derrotar sete demônios.

No último livro nacional que li – Lua Escarlate (Amargo/Doce), de Catalina Terrassa – tive uma aula sobre o mundo dos vampiros, inclusive com lições menos ortodoxas acerca de certos temas envolvendo essas criaturas lendárias. Agora, em Danilo Contra o Senhor das Moscas, aprendi várias coisas sobre os anjos: hierarquia, missões, poderes, limitações etc. Mas essa característica presente em ambos os livros está longe de deixá-los chatos ou modorrentos. Da maneira como foi utilizada pelos dois autores, serve para tornar suas histórias ainda mais interessantes e divertidas.

Na trama de E. C. Rezende, tudo acontece de forma muito rápida e ágil, em uma mescla de ação, humor e suspense. Depois que Danilo conhece Ezequiel – um anjo nada estereotipado, cheio de limitações e tiques humanos – e adquire a faculdade de enxergar o mundo celestial, a história ganha um ritmo ainda mais frenético. A partir daí, o leitor se depara a todo momento com cenas em que Danilo vive situações inusitadas, como ser transportado instantaneamente de um lugar a outro e experimentar o tempo de forma diferente.

Quem é anjo e quem é demônio?
Daimon é um personagem obscuro, que surge na história para deixar a vida do protagonista ainda mais complicada. Danilo enxerga a faceta perversa do estranho, mas ele consegue conquistar a simpatia de Ana com seu jeito de bom moço. Tudo, então, torna-se mais complicado. Enquanto procura entender sua missão e como executá-la, Danilo se vê envolvido em uma conspiração demoníaca. Como sair dessa? Que arma usar? De que forma Ezequiel poderá ajudar? O que fará quando a vida de dois amores estiver em risco e só puder salvar uma? E em meio a tantos problemas vindos do outro mundo, o protagonista ainda precisará enfrentar questões bem mundanas, como o bullying praticado por um colega de escola.

No embate final contra um dos sete demônios, o leitor é presenteado com cenas repletas de energia. Mas a solução encontrada pelo autor para encerrar a luta e definir um vencedor pode não agradar a todos. Alguns podem considerá-la um artifício inocente e despretensioso; outros, porém, podem enxergar nela uma mensagem doutrinatória subliminar. Nesse ponto, cada leitor dará seu veredicto.

Essa história de E. C. Rezende – primeira parte de uma série contendo 6 volumes (todos relativamente curtos, com aproximadamente 150 páginas cada um) – vale muito a pena ser lida. Mas o leitor deve iniciá-la sabendo que o autor traz a clássica visão antropomórfica de Deus, o que, de qualquer modo, é desejável em um livro de aventura fantástica. Para encerrar, segue um trecho da obra:

“Deus não se importa com ninguém, a não ser Ele próprio e Seus misteriosos planos; não se importa com quem vive ou com quem morre, contanto que no final Seus propósitos se cumpram. Ele não liga. Se ligasse, Seu filho não precisaria morrer por ninguém. Ele não é todo-poderoso? Então, poderia ter encontrado um meio menos doloroso de salvar a humanidade”.

É isso, amigos! Não deixem de ler!
Valorizem o escritor brasileiro!
Um grande abraço!

6 comentários:

  1. Muito interessante, superação!

    ResponderExcluir
  2. Vomitando arco-íris aqui!!! Obrigado Sergio pelo apoio.

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei do estilo do Edilson de descrever a trama. Como dito na sua resenha, Sergio, tudo é muito rápido e sem enrolações enfadonhas.

    Mais uma vez, arrasando nas resenhas e deixando clara a sua opinião.

    Parabéns ao Edilson pela sua obra, desejo muito sucesso.

    Um abraço! =D

    ResponderExcluir
  4. O livro é contado de forma simples e direta, numa linguagem que qualquer pessoa possa entender realmente. Os persoangens e a narrativa são cativantes, mostrando uma história inusitada em que o bem e o mal são bem delineados, dado a entender todo livro. Recomendo e muito a leitura desse livro, com toda certeza.

    Sorte e sucesso, amigo!!!

    ResponderExcluir
  5. Uhu! Muito sucesso, amigo!
    Sergio, suas resenhas são fantásticas.
    Parabéns aos dois!
    Bjo

    ResponderExcluir
  6. Olá, amigos do Recanto.
    Sérgio, como sempre apresentando coisas novas e boas para nós.
    Parabéns ao autor pela criação de um mundo fantástico e com personagens que com certeza vale a pena conhecer. Entrando pra minha lista.
    Abraços,
    Cáarmen Machado.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
abcs